Tutto Combinato, Ramada







E se houvesse um restaurante onde o peso da escolha fosse levantado? Onde o principio fosse chegar, sentar e dizer apenas o que não nos apetece ou não gostamos? Seria interessante, não? Pois bem esse restaurante existe e chamasse Tutto Combinato. A sério, não existe mesmo ementa!

Mas vamos lá com calma que estou a ir muito depressa e eu enjoo com as curvas. Sabem que escrever comentários curtos e diretos ao assunto não é muito o meu género, gosto sempre de vos maçar com pormenores sem a mínima importância, estilo aquelas almofadas que as pessoas põe na cama só para decorar (portanto é tudo uma questão de decoração de interiores :-).

Primeiro que tudo, Ramada... essa bela localidade. Por entre as várias urbanizações que fazem parte desta zona do concelho de Odivelas (não muito distante das Colinas do Cruzeiro, devo acrescentar), existe uma que interessa mais que as outras (porque é onde fica o restaurante, claro), que é a urbanização Jardim da Amoreira. Para chegar ao Jardim da Amoreira das duas três ou conhecem bem a zona ou então saquem do vosso GPS, quer seja uma app no smartphone quer seja um GPS à séria, e peçam-lhe indicações. A única coisa que vos posso dizer (e que de noite vale pouco) é que os prédios prestam homenagem à Benetton (ou ao Tomás Taveira), com cores vivas e diferentes de prédio para prédio.

O Jardim da Amoreira fica numa colina por isso, antes ou depois do jantar, aconselho vivamente a passearem um pouco por ali e aproveitarem a vista! Especialmente de noite é qualquer coisa de fantástico. Um tapete de estrelas a perder de vista... onde não falta o Cristo Rei e o Tejo. No nosso caso, só mesmo se fossemos muito distraídos é que não daríamos conta da vista, assim que saí do carro e olhei para a direita...Tau! Lá estava ela, mesmo à minhas frente.

A entrada do Tutto fica num recanto da Praça da República, que há noite é igualmente muito bonita.

Neste restaurante aparecer sem avisar tem elevada probabilidade de correr mal, por isso reservem, especialmente se forem em número superior a dois. A sério vão por mim que eu até sou daqueles  que gosto de chegar de surpresa (acho que nem precisava de dizer mas como este pode ser o primeiro comentário do blog que estão a ler) mas o espaço é pequeno e tem muita tralha (no melhor dos sentidos).

E assim chegamos ao ambiente e decoração. O ambiente é sem dúvida nostalgicamente acolhedor. Por todo o lado encontramos objetos que fizeram parte do dia-a-dia de muitos de nós mas que agora, tendo praticamente desaparecido pelo triturador do avanço dos tempos, passam a ser peças que despertam histórias e sensações de um passado que queremos recente mas que sabemos distante.

A decoração retro do Tutto é por si só um motivo para fazer uma visita mas de todo o único ou mesmo o mais importante. Isso está reservado para a comida!
 



 



E agora sim. É mesmo verdade, não há ementa. O chefe vem ter connosco à mesa e pergunta quais os ingredientes que não gostamos ou não queremos e depois propõe a sua ideia em traços largos. A comida, como o nome do restaurante o indicia, é de inspiração italiana.

Não conseguido propriamente reproduzir o que estava na entrada e pratos principais mas conseguido escrever sem gaguejar, vacilar ou pausar que todos estavam fantásticos. Mesmo! Então a entrada estava muito, mas mesmo muito boa. Acho que só com a entrada já fazia a refeição, tinham era que vir mais pois só um era pouco, mas (felizmente) o Chefe propôs-nos partilharmos uma pizza e uns ravioli e assim pudemos experimentar diferentes pratos.


Entrada

Ravioli

Pizza (eu sei é óbvio mas já que as outras fotos têm legenda...)

Com a ausência de um guião, estas fotos são meramente ilustrativas daquilo com que podem vir a ser presenteados quando forem conhecer o Tutti Combinato. E isso é bom, muito bom pois o factor surpresa confere um sabor extra ao que já é excelente para começar. 
Se ainda para mais forem pessoas que demoram algum (muito) tempo a decidir-se o que querem realmente comer, este restaurante é realmente um bálsamo para o vosso espírito :-)





As sobremesas... não conseguiram manter a fasquia dos pratos principais. Escolhemos tiramisú e bolo de chocolate com bola de gelado (acho que não foi o nome que lhe deram mas é este o espírito da coisa), e as duas sobremesas estavam boas mas depois dos pratos que tínhamos comido estava à espera de melhor. Acima de tudo achei que estavam demasiado doces, especialmente o tiramisú, mas acho que isso é um gosto muito pessoal por isso visitem o Tutto e julguem por vocês próprios.




O atendimento foi impecável e diferente do habitual, afinal não é todos os dias que se é atendido pelo Chefe. Agora que chego a esta etapa do comentário, talvez tenha sido precipitado da minha parte ter escrito com tanta convicção que não existe ementa. Pronto ela existe mas não existe. Ou seja, existe uma "ardósia" onde estão alencados os preços dos diferentes tipos de pratos mas de uma forma generalista (pizzas, massas, etc...), por forma a ter-se a noção de quanto vai ficar a conta. Por isso existe mas não existe.

No fim, pagámos à volta dos 18€pp o que me pareceu mais do que justo por tudo o que comemos, quer com a boca quer com os olhos, tendo saído extremamente satisfeito com a refeição. Tendo prometido a mim mesmo que voltaria um dia destes.

Por isso, vão e vejam por vocês mesmos.





Praça da Republica 14A, Urbanização Jardim da Amoreira, Ramada, Odivelas

Horário | 2ª a Sáb - 12h às 15h / 19h30 às 23h | Encerra ao Domingo

Facebook





Comentários

Mensagens populares deste blogue

Mundet Factory, Seixal

Pastelices, Seixal

Alô! Alô!