Hamburgueria A Gina, Av. Liberdade



A necessidade de arranjar um local para jantar perto do Coliseu, tentando fugir a restaurantes caça turistas, muito caros ou de fast food, levou à descoberta que afinal havia mais uma Gina! Passo a explicar. Para quem não saiba, A Gina é um excelente restaurante de comida portuguesa, situado nesse grande estacionamento de teatros esquecidos chamado Parque Mayer, ao qual fiquei rendido e que merece a visita de quem goste de comer bem (e muito :-). Por isso quando descobri que tinham aberto outro restaurante (ainda que seguindo outra linha gastronómica) não procurei mais. Vamos a este!

A filha d'A Gina, tal como a Laurinha da música do Miguel Araújo, tem o mesmo nome que a mãe - Hamburgueria A Gina - e fica em plena Praça da Alegria, do mesmo lado que o Hot Club de Portugal, podendo passar algo despercebida, especialmente à noite. Mas ela está lá, é só procurarem com afinco.




Entrar na hamburgueria não é fácil mas empurrem a porta com força que ela acaba por ceder passagem ou fiquem do lado de fora a fazer sinais de pedido de ajuda, esta segunda opção é a mais divertida para quem já está sentado no interior (felizmente chegámos muito cedo e pudemos fazer figuras tristes sem que ninguém visse).






O espaço tem uma decoração que apela à descontracção. Branco e muita madeira conjugados de uma forma que quase nos faz pensar que estamos junto à praia e não no coração de Lisboa. Lá está, muita calma e descontracção. O espaço não é muito grande por isso reservar será a melhor opção, especialmente grupos grandes.

Uma das coisas que nos ficou na memória aquando da nossa visita à Mothership foram as cascas de batata (do qual sou fã incondicional), quer pela qualidade, quer pela quantidade, quer pelos molhos. Tudo em grande. Obviamente que quando vimos que também existiam na hamburgueria não podemos deixar de pedir... Erro! Não que elas não estivessem excelentes (que estavam), o problema é que quando as terminámos já estávamos quase jantados.... quando nos colocaram os pratos principais à frente, a vontade era ir à casa de banho pôr os dedinhos à boca e arranjar (à bruta) espaço para a montanha de comida que ainda tínhamos para escalar.... mas após o momento de pânico, respirámos fundo e começámos a escalada :-)




Entre o Hambúrguer caramelizado e a Francesinha ocorreu um empate técnico. Ambos excelentes em todos os aspectos, apresentação, qualidade e quantidade... portanto tudo em bom! Tudo bem temperado e saboroso (o molho da francesinha não estava muito picante, o que para mim é óptimo mas para os mais puristas pode ser um turn off) e as batatas, quer as doce quer as "normais", estavam excelentes. Quando decidimos dar por acabada a refeição (não conseguimos acabar.... mãezinha perdoa-me!) estávamos que nem podiamos de tão cheios que estávamos :-)





E se estávamos assim tão cheios porque pedimos sobremesa? A culpa é das estrelas...desculpem... da Nutella! Como não experimentar uma sobremesa com o nome de Mousse de Nutella.... não resisti... mas devia pois tive que deixar metade snif... snif.... e estava tão boa!




O atendimento foi muito simpático e prestável, o espaço agradável e a comida ótima, por isso quando nos pediram cerca de 15€pp não achámos de todo injusto :-) Local a voltar!






Praça da Alegria, 47, Avenida da Liberdade, Lisboa
Horário | 2ª a Sáb - 12h às 15h | 18h às 02h
Encerra ao domingo










Comentários

Mensagens populares deste blogue

Mundet Factory, Seixal

Pastelices, Seixal