Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2016

Coimbra Taberna, Chiado

Imagem
Coimbra Taberna. GPS da Sábado. Um muito obrigado. Ao primeiro, por trazer até Lisboa um pedacinho de Coimbra, cidade por quem nutro um especial carinho. Ao segundo, por ter revelado, a quem me acompanha em muitas das minhas aventuras gastronómicas, a existência deste espaço. Foi o fado, literalmente e filosoficamente, que nos trouxe à porta desta Taberna.

E quando digo que a Coimbra Taberna trás um pedacinho de Coimbra para Lisboa, não me estou apenas a cingir ao nome, este é realmente um espaço dedicado à cidade dos estudantes, com as suas paredes a deixar isso bem claro, estando cobertas com cartazes, fotos e objectos que celebram garraiadas, queima das fitas ou festa das latas. Tudo momentos incontornáveis da identidade de uma cidade que vive de e para os estudantes. Mas há mais.... Se planearem bem as coisas (ou, como foi o nosso caso, tiverem sorte) podem ainda ouvir fados de Coimbra, mesmo ali à vossa frente, ao vivo e a cores, num palco digno desse nome.




A machadada final …

Tutto Combinato, Ramada

Imagem
E se houvesse um restaurante onde o peso da escolha fosse levantado? Onde o principio fosse chegar, sentar e dizer apenas o que não nos apetece ou não gostamos? Seria interessante, não? Pois bem esse restaurante existe e chamasse Tutto Combinato. A sério, não existe mesmo ementa!

Mas vamos lá com calma que estou a ir muito depressa e eu enjoo com as curvas. Sabem que escrever comentários curtos e diretos ao assunto não é muito o meu género, gosto sempre de vos maçar com pormenores sem a mínima importância, estilo aquelas almofadas que as pessoas põe na cama só para decorar (portanto é tudo uma questão de decoração de interiores :-).

Primeiro que tudo, Ramada... essa bela localidade. Por entre as várias urbanizações que fazem parte desta zona do concelho de Odivelas (não muito distante das Colinas do Cruzeiro, devo acrescentar), existe uma que interessa mais que as outras (porque é onde fica o restaurante, claro), que é a urbanização Jardim da Amoreira. Para chegar ao Jardim da Amore…

Le Moustache Smokery, Príncipe Real

Imagem
Le Moustache Smokery andava na calha já algum tempo. A sininho que o diga. 



Mas, por vezes, parece que quando se tenta planear falha, quando se aparece à porta sem planear acontece. Não é uma regra, muito longe disso. Na verdade, quando se aparece à porta assim sem avisar, corre-se o risco de acabar a comer um triste Happy Meal como paga pela audácia em não ligar antes, para saber se cabem mais uns para jantar. Felizmente (desta vez) não foi o caso :-)

Depois de um passeio pelo Jardim da Estrela, decidimos que era altura de começar a pensar onde queríamos jantar. Após algumas indecisões e ideias e discussões, o normal portanto, lembrei-me que podamos continuar a passeata Rua de São Bento a baixo até à Praça das Flores, onde ficava um restaurante que tinha muita curiosidade em conhecer, o Le Moustache Smokery. Quando chegámos à Praça das Flores, houve ainda tempo de mais alguma fricção, tendo sido necessário recorrer à minha voz mais birrenta e dizer EU quero este! Eu quero este! Vá Lá…

O Pão nosso de cada dia, Avenidas Novas

Imagem
Andava eu à procura do comentário do Pão nosso de cada dia (a partir daqui passo a referir-me apenas como Pão Nosso) no 12h30, para lhe acrescentar alguma das fotografias que tinha tirado, quando me apercebo que nada havia para procurar. Afinal o tal comentário nunca tinha sido mais do que uma intenção, muito boa certamente, mas nunca concretizada. Por isso vamos lá colmatar este lapso da minha parte!

O Pão Nosso tem uma localização fantástica, especialmente para pessoas (como eu) que gostam de usufruir dos jardins da Gulbenkian e passear pelas Avenidas Novas, ficando no prédio que faz esquina entre a rua Marquês Sá da Bandeira e a Avenida Miguel Bombarda, mesmo de frente para a Gulbenkian.

É fácil de dar conta do local, com as cadeiras de esplanada verdes e as suas paredes de vidro que mostram "descaradamente" toda uma montra de iguarias e um espaço interior que, apesar de apertadinho, tem uma decoração digna de (pelo menos) uma espreitadela. E aqui reside a única espécie …

Hamburg, Avenidas Novas

Imagem
Este vai ser um comentário bem rapidinho, prometo. Mas se não for por favor não levem a peito, é mais forte do que eu.
Então a situação era o seguinte. Não me apetecia cozinhar, tinha que estar pronto às 21h para ir ver o Esquadrão Suicida (tanto potencial desperdiçado...mas adiante!) e o cinema era em Alvalade. Virei-me para o Google e perguntei-lhe "Aonde vamos jantar? Hem? Tens alguma sugestão?". Ele cuspiu-me em cima, desculpem... ele cuspiu um sem número de opções e, como é bom de ver, foi o Hamburg que ganhou a taça.
Desde já admito que não vim à descoberta, tentar um novo local, uma nova maneira de apresentar o velhinho disco de carne picada. Já tinha tido o privilégio de ser apresentado a esta hamburgueria mas na sua versão Expo'98, que é como quem diz, existe um Hamburg no Parque das Nações, perto do sítio onde um dia existiu uma loja de roupa desse prodígio futebolístico chamado Cristiano Ronaldo. As coisas que uma pessoa se lembra.
Na altura não consegui reun…